terça-feira, 7 de junho de 2011

Atividades do Proinfo integrado - 1ª etapa

Um poudo de nós
Olá, colegas!
Sou professora de Língua Portuguesa, graduada em Letras e Especialista em Linguística e Ensino da Língua Materna pela UFRN. Atualmente estou cursanso Especialização em Mídias na Educação (UFRN), pois como diz Paulo Freire, é necessário que sejamos homens e mulheres de nosso tempo que empregam todos os recursos disponíveis para dar o grande salto que nossa educação exige.
Nos dias atuais, em que vivemos uma Nova Ordem Tecnológica, nosso sistema educacional exige múltiplas ações, exige do professor uma pedagogia para a modernidade, pensando no futuro. Sendo assim, o professor necessita de novas formações que possam prepará-lo para o uso das tecnologias, para refletir sobre sua prática.
Espero do Curso Tecnologias na Educação: ensinando e aprendendo com as TIC um estímulo para a execução dessa "pedagogia para a modernidade".

Quem sou como professor aprendiz 
Atualmente exerço a função de técnica na SEMEC, mas nos últimos anos em que ministrei aulas de Língua Portuguesa, sempre busquei inová-las na tentativa de acompanhar as modificações não só tecnológicas, mas também das novas configurações da vida social, econômica, política e cultural pelas quais passamos.
Para atender a geração atual, de crianças e adolescentes, conhecida como geração digital, senti a necessidade de me familiarizar com o computador e trabalhar, em sala de aula, o e-mail, o blog (inclusive criei o meu) como também o orkut, no qual mantenho, até hoje, inúmeros alunos como seguidores.
Sempre procurei discutir com meus alunos  músicas, filmes em evidência, o que me manteve atualizada, não me tornando aquela professora ultrapassada, chata, e sim "moderna" como alguns me veem.


O que é webquest
WebQuest é uma metodologia de pesquisa na internet, voltada para o processo educacional, estimulando a pesquisa, o pensamento crítico, o desenvolvimento dos professores, a produção de materiais e o protagonismo juvenil.

Diário de bordo
Segundo Nóvoa, ser professor nos dias atuais é, com certeza, muito mais complexo e difícil do que no passado, por ter que lidar não só com alguns saberes, mas também com a tecnologia e com a complexidade social, o que deixa o profissional da educação numa situação amargurada pela complexidade do seu trabalho e também pela incerteza dos fins e dos objetivos existentes na sociedade. Cada vez que a sociedade tem menos capacidade para fazer as coisas, mais sobem as exigências sobre a escola. Nóvoa explica que no passado o professor não tinha situações materiais e econômicas favoráveis, mas tinham prestígio por parte da sociedade. Para ele, o professor pode e deve exigir duas coisas absolutamente essenciais: calma e tranqüilidade para o exercício do seu trabalho e condições de dignidade profissional.

 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário